img img

Como obter a Cidadania Italiana

A Constituição italiana reconhece como cidadãos os filhos de pai ou mãe italianos, o que significa dizer que a cidadania italiana tem por fundamento o princípio juris sanguinis, ou seja, é estreitamente ligada ao fato da pessoa ser descendente direto de cidadão italiano.

A consequência mais direta do princípio juris sangunis é o fato de não importar, para efeitos de reconhecimento da cidadania, absolutamente, o local de nascimento da pessoa, mas sim, as suas origens.

Assim, nascidos na Itália, no Brasil, ou em qualquer outro país do mundo, os descendentes de cidadãos italianos, também chamados oriundi, são cidadãos italianos, não importando há quantas gerações tenha a família deixado a Itália. 

É justamente o direito de ter reconhecida a cidadania italiana que nós, oriundi, pleiteamos através da prática de cidadania, seja ela feita na Itália, seja ela feita no Brasil. Vale dizer que a cidadania, neste caso, retroage à data de nascimento do aspirante, pois o direito à mesma não é concedido pelo Governo Italiano, mas apenas reconhecido para todos os efeitos.
Etapas do Processo
1. Busca dos Documentos
2. Retificação de Registro Público
3. Tradução juramentada e Legalização dos documentos
4. Assessoria na Itália

Escritório São Paulo

Maria Ines Morales
ines.morales@cidadaoeuropeu.com.br
00 55 11 3088.2454
00 55 11 3088.3640
Sede: Rua Capote Valente, 1181 – 42A
São Paulo - SP

Escritório Milano

Mariane Baroni Girotto
mariane.baroni@cidadaoeuropeu.com.br
00 39 3298523659
Welliton Girotto
welliton.girotto@cidadaoeuropeu.com.br
00 39 3331750690
Sede: Via Remigi, 01
Cinisello Balsamo - Milano
00 39 02 89052338
www.cidadaoeuropeu.com.br